Permita-se

Permita-se. Permita-se ser. Permita-se sentir, pensar. Seja além de quem você acha que merece ser. Permita-se receber e dar o sentimento que vem. Apesar dos pesares, viva! Sinta, pense, sonhe. Realize! Diga e não se cale mais, mas… cautela! Nem todo mundo está nessa erupção de liberdade, de sentir-se. Se sinta, mas não se ache. Afinal de contas de ninguém gosta de um egocêntrico. Não! Faça o que achar melhor, quem sou eu para lhe dizer o que fazer!? Só um conselho: não descumpra a lei, apenas!

Meu desejo é que você viva nessa liberdade até achar que está preso novamente, daí procure uma nova liberdade. Voe! Mas cuidado para não cair. Não estou dizendo que seja impulsivo ou inconsequente, apenas que faça aquilo que pesou na balança e viu que é o que mais te agrada, e mesmo assim não atrapalha ninguém.

Já ouviu aquela frase: “Gente feliz não enche o saco”. Pois é, seja feliz e deixe os outros serem felizes (ou não, quem sabe…). Apenas deixe-os viver assim como você está fazendo. Permita-se a vida!